terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Quijingue: Funcionários Municipais ocupam e acampam na Câmara Municipal

Na manhã da última terça-feira (15), os servidores municipais de Quijingue-BA, localizado à 333km de Salvador, ocuparam a Câmara de vereadores do município. Os servidores exigem dos vereadores a assinatura e aprovação da Suplementação Orçamentária encaminhada pela prefeitura municipal e rejeitada pela bancada de oposição, que é maioria na casa.

A Suplementação Orçamentária é necessária para o Pagamento dos salários dos Servidores. Todos os Funcionários Municipais estão sem receber, desde o vencimento do dia 30/11.

O movimento começou logo após a reunião dos Vereadores com uma comissão do Sindicato dos Professores - APLB - na manhã de hoje, 15/12/2015, por volta das 10 h.

Anteriormente, por volta das 8 horas da manhã, a comissão da APLB se reuniu com os Técnicos Contadores da Prefeitura de Quijingue que explanaram sobre a necessidade de Suplementação Orçamentária de 7% para o Pagamento de todos os Servidores do Poder Executivo.

A comissão do Sindicato dos Professores levou aos Vereadores a proposta do Poder Executivo de aprovação de apenas 7% de Suplementação.

Ao fim da reunião, realizada na Sede da APLB, o Presidente da Câmara de Vereadores, Washington Gois, se dirigiu para a Câmara, seguido por mais de 200 Funcionários Municipais e populares que aguardavam o desfecho das reuniões.

Na Câmara, Washington Gois afirmou aos Funcionários Municipais que se reuniria com a bancada de Oposição na parte da tarde e retornaria à Câmara com uma resolução. Porém, até o momento em que esta matéria está sendo publicada (19:15), o Presidente da Câmara ainda não retornou à Casa Legislativa.

Os Funcionários Municipais decidiram realizar um protesto pacífico, ocupando as dependências da Câmara e acampar por tempo indeterminado.

Os Manifestantes fizeram e assinaram uma Ata da Manifestação.

Até o fechamento desta matéria (19:15), os Funcionários Municipais continuam à espera de uma solução para a questão da Suplementação Orçamentária e da questão salarial, ocupando e acampando pacificamente nas dependências da Câmara Municipal.

Para a entrada de Pauta de votação na Câmara, o Projeto de Suplementação Orçamentária necessita de apenas mais uma assinatura, tendo 5 Vereadores já assinado o Projeto. Os vereadores de Oposição (Zé do Pife, Romerinho, Washington Gois, Expedito, Clóvis, Ivani) se recusam a assinar o Projeto da Suplementação.

Os Funcionários prometem continuar ocupando e acampando por tempo indeterminado em defesa de seus Direitos 



Nenhum comentário:

Postar um comentário