Nossa História

Histórico


 ESTAMOS REESCREVENDO A VERDADEIRA HISTÓRIA DE QUIJINGUE. EM BREVE DISPONIBILIZAREMOS UM HISTÓRICO MAIS COMPLETO.


 


QUIJINGUE - palavra indígena que significa Mata Fechada.


ÁREA GEOGRÁFICA

Localização Geográfica: Semi-árido (Sertão)

Área Territorial: 1.271,07 km²

Microrregião: Euclides da Cunha

Divisas do Município: Araci, Tucano, Ribeira do Pombal, Banzaê, Euclides da Cunha, Monte Santo, Cansanção e Santa Luz.

Indicadores Demográficos:

População Total: 27.243 - (IBGE: Censo 2010)

População Urbana: 6.384 (IBGE: Censo 2010)
Populção Rural: 20.859

Número de Eleitores: 18.661

Município situado na MESO 04 (Nordeste Baiano), MRG 014 (Euclides da Cunha), desmembrado do Município de Tucano pela lei nº. 1.640, de 15.03.1962, com sede na localidade de igual nome e instalado aos 07.04.1963.

Quijingue era distrito de Tucano desde a DTB de 1933 onde aparece com o nome de Triunfo (criado pela Lei Municipal nº. 11, de 30.04.1917), nome com o qual permaneceu até que o Decreto Lei Estadual nº. 141, de 31.12.1943, alterou para Quijingue.

(DTB= Divisão Territorial Brasileira)


CARACTERÍSTICAS ECONÔMICAS

Finanças Públicas

Receitas orçamentárias realizadas: 12.503.094,00 reais

Receitas orçamentárias correntes: 13.413.425,69 reais

Fundo de Participação do Município (FPM) - 4.947.488.82 reais


Agências Bancárias:

Bradesco - 1 agência

Sicoob - 1 agência


Agricultura

Produção expressiva de Feijão, milho e mandioca.

Pecuária: destacam-se os rebanhos Bovinos, Caprinos, Ovinos, Suínos, asininos, muares, equinos.

Avicultura: Galinhas, Galos, Frangos, Pintos e Ovos.



História de Algodões

O Distrito de Algodões nasceu por volta de 1802 com a chegada dos tropeiros que sempre passavam por essa região, quando um deles um dia resolveu ficar e trazer toda sua família. Este chamava-se Sebastião José de Abreu, que trazia consigo em seu transporte (animal) uma imagem do santo que tinha o seu nome, São Sebastião. Ele, um tropeiro, homem que vivia de transportar alimentos das cidades maiores para as menores, para comercialização, encantou-se pelo clima, e resolveu instalar-se com toda sua família. Tempos depois, surgiu a necessidade de dar um novo nome ao sítio, e por ter uma plantação de algodão na região,foi-se então chamada de Algodões.

Ao passar do tempo o sítio começou a receber novos moradores, e rapidamente cresceu, tornando-se povoado. Logo então começaram a festejar o dia de São Sebastião, primeiro em família, e depois entre a comunidade alí formada, tornando assim uma tradição, todos os anos no dia 20 de janeiro era celebrada a festa do padroeiro São Sebastião.

Essa tradição é mantida até hoje, sofrendo apenas uma alteração nos dias atendendo um pedido da igreja católica a Festa Profana passou a ser realizada nos dias 18 e 19 e a religiosa no dia 20,sempre com o incentivo da comunidade religiosa e da Prefeitura Municipal.

Hoje Algodões é absolutamente o maior distrito de Quijingue atualmente, com uma grande extensão, e com crescimento afim, e com sua atividade financeira ativa. O Principal cultivo é o de grãos (feijão e milho), mas também possui produtores de farinha, ortaliças, pecuária, e fábricas de roupas(confecções).

Nenhum comentário:

Postar um comentário